Criar e entregar valor.

Satisfazer as necessidades de terceiros em troca de uma determinada quantia monetária, obtendo lucro no final do processo, é o objectivo da maioria das entidades. Desta forma, qual o caminho mais eficaz para o alcançar sucessivamente?

artigos_criar e entregar valor

Se é certo que não existem receitas milagrosas e que “cada caso é um caso”, também é certo que sem um propósito concreto, sem uma estratégia bem clara e sem um plano de acção que dê sequência à mesma, será um acaso sermos bem sucedidos.

É neste sentido que o marketing surge como uma ferramenta fundamental para identificarmos as referidas necessidades do mercado em questão, definirmos a nossa oferta (tendo em conta o que será distintivo em relação à existente), escolhermos o canal mais adequado para a fazermos chegar ao cliente, apurarmos o preço a cobrar em função do benefício que iremos proporcionar e finalmente, recebermos em troca uma (a tal) determinada quantia monetária, que será tanto maior quanto maior for o valor percebido pelo “terceiro” em questão.

A expressão-chave é: criar e entregar valor!

É portanto crucial (tanto para quem desenvolve a sua actividade individualmente, como para uma multinacional com milhares de colaboradores, como para um candidato a um estágio ou a uma vaga de emprego) ter em mente que o destinatário terá a legítima expectativa de receber valor, independentemente da forma como este for entregue.

É por estar constantemente presente nas nossas vidas, que há obviamente marketing em cada um de nós e quanto mais exigentes formos com a qualidade do que criamos e entregamos, maior será o valor atribuído por cada entidade com quem nos relacionamos profissionalmente e, consequentemente, maior será o “preço” que a mesma estará disponível para pagar, de modo a ter acesso ao nosso tempo, competências e energia.

Compreendendo e aplicando este raciocínio simples, passamos a ter excelentes condições para entregar constantemente, a nossa melhor versão de nós próprios.


Artigo acerca da criação de valor e da sua importância na perspectiva do marketing.
Publicado em Outubro de 2016 (Odivelas Notícias).

Leave a Reply

Voltar ao topo
Translate »
Facebook
LinkedIn
Follow by Email